Os Tres Objetivos da EBD

Três Grandes Objetivos da Escola Dominical


A Escola Dominical tem objetivos definidos para atingir. Não se trata apenas de uma reunião domingueira comum, ou um culto a mais. Esses objetivos são três, a saber:


I - Ganhar almas para Jesus

A Escola Dominical, como iremos mostrar depois, pode tornar-se num dos mais eficientes meios de evangelização.


1. O primeiro grande dever do professor da Escola Dominical é agir e orar diante de Deus no sentido de que todos seus alunos aceitem Jesus como Salvador e o sigam como seu Senhor e Mestre. Há professores que ensinam a verdade bíblica durante anos sem nunca verem um aluno convertido, talvez porque nunca os levaram a aceitar a Cristo na própria sala de aula. O meio certo de levar almas a Cristo é usar a Palavra e confiar na operação do Espírito Santo (Jó 3.5; 16.8; 1 Pe 1.23). O professor não pode salvar seus alunos, mas pode levá-los a Cristo o Salvador, como fez André (Jó 1.42). A Bíblia não diz: “Ensina a criança no caminho em que ela vai andar, ou quer andar”, mas: “no caminho em que ela deve andar” (Pv 22.6 - ARA).


O Salmo 51.13 mostra que o ensino da Palavra conduz à conversão dos pecadores.


2. Aplicação.

Temos lido de Escolas Dominicais, cujo relatório nacional registra dezenas de milhares de conversões em um ano, evangelizando enquanto ensina nas classes, bem como noutras atividades programadas pela Escola.


II - Desenvolver a espiritualidade e o caráter cristão dos alunos


1. O ensino da Palavra é uma obra espiritual.


Significa cultura da alma. Ganhar o aluno para Cristo é apenas o início da obra; é mister cuidar em seguida da formação dos hábitos cristãos, os quais resultarão num caráter ideal modelado pela Palavra de Deus. São os hábitos que formam o caráter e este influi no destino da pessoa. Afirma a psicologia: o pensamento conduz ao ato, o ato conduz ao hábito, o hábito conduz ao caráter, o caráter conduz ao destino da pessoa. Isso humanamente falando.


2. Em toda parte vê-se um crescente interesse no campo da

instrução secular, notadamente no que tange à infância. Com o devido respeito à essa instrução que temos por indispensável para o progresso e sobrevivência de um povo, queremos afirmar que a escola provê apenas instrução, mas não provê educação. Esta tem que vir do lar e da Igreja, se esta for bíblica fundamental. Deixe a criança sem instrução e veja o resultado! O mesmo acontece espiritualmente ao novo convertido, seja criança, jovem, adulto ou idoso.


3. Uma Escola Dominical dotada de obreiros treinados e

cheios do Espírito Santo pode contribuir eficazmente para a implantação da santíssima fé cristã entre os homens. Não podemos esperar isso da escola pública. E a Igreja Evangélica que tem de cuidar disso por meio de sua agência de ensino que é a Escola Dominical.


4. O futuro do novo convertido (infante ou adulto) depende do que lhe for ensinado agora.

Nesse sentido, o alvo do professor deve ser o de ajudar cada aluno convertido a viver uma vida verdadeiramente cristã, em inteira consagração a Deus, e cheio do Espírito Santo.


5. Um dos intuitos, pois, da Escola Dominical, é ode fazer de seus alunos, homens e mulheres, verdadeiros cristãos, cujas vidas se assemelhem em palavras e obras ao ideal apresentado em Jesus Cristo, conforme lemos em Colossenses 1.28; Ef 4.13. Vê-se, portanto, que a tarefa do professor da Escola Dominical é da máxima importância e do maior alcance, precisando não somente de conhecimentos da matéria (a Bíblia), e da arte de ensinar (Pedagogia) mas também de influenciar e orientar o pensamento do aluno, resultando em contínua moldagem do caráter cristão ideal, no sentido moral e espiritual.


III - Treinar o cristão para o serviço do Mestre


1. Ao prover treinamento espiritual, a Escola Dominical apresenta ao aluno oportunidades ilimitadas de servir ao divino Mestre. Inúmeros obreiros das nossas igrejas saíram da Escola Dominical. Talvez o leitor seja um deles. Grandes frutos tem produzido a Escola Dominical.


O famoso e sempre lembrado evangelista D.L. Moody foi um deles. Esse serviço tanto pode ser na igreja local, como em qualquer parte do país, ou do mundo, aonde o Senhor enviar os seus servos.


2. O privilégio de contribuir para a causa de Cristo e o dever de empreender alguma espécie de atividade cristã, são coisas que devem ser trazidas à consciência dos alunos da escola, com oração.


3. O lema da Escola Dominical completa deve ser:

• Cada aluno um crente salvo

• Cada salvo, bem treinado

• Cada aluno treinado, um obreiro ativo, diligente, dinâmico.

Assim, o tríplice objetivo pode ser resumido em três frases: aceitar a Jesus; crescer em Jesus; servir a Jesus.


4. O tríplice alvo da Escola Dominical que acabamos de expor, pode ser plenamente atingido, pois trata-se do trabalho do Senhor Jesus. O que se requer é obreiros cheios do Espírito Santo e de fé na Palavra de Deus, e treinados para o desempenho de tão elevado ministério. O mandamento divino é que falemos a Palavra (2 Tm 4.2). Sabemos que ela é poderosa tanto para operar na esfera da mente, como no coração das criancinhas, adultos e encanecidos.


5. Está sua Escola Dominical atingindo em cheio o alvo que lhe está proposto? Se não, ore, aja, coopere! Faça alguma coisa agora neste sentido! É tempo de explorarmos o ilimitado potencial latente no vasto campo da Escola Dominical entre nós!


O tríplice alvo da Escola Dominical pode ser plenamente atingido, pois a obra pertence a Deus, pela qual Ele vela com insondável amor. O que se requer é obreiros cheios do Espírito Santo e de fé na Palavra de Deus, e treinados para o desempenho de tão elevado mister, como já dissemos.


Conclusão

O alvo da Escola Dominical é nobre e elevado em todos os pontos de vista. Ela, na Igreja, cuida das vidas em formação, seja no sentido social ou espiritual. Coopera eficazmente com o lar na formação moral de crianças e adolescentes, instilando neles os hábitos, ideias e princípios cristãos segundo as Santas Escrituras. Nela, também os adultos vão encontrar horas de prazer no estudo bíblico. Mas para que a Escola Dominical alcance seu objetivo, ela precisa empregar meios e métodos eficazes, sem jamais afastar-se duma esfera genuinamente espiritual.


Texto: Pr. Antônio Gilberto